Encontra-se aqui > Entrada / Mensagem do Presidente / Mensagem do Presidente


Mensagem do Presidente
4 de Abril, 2012

Caro/a visitante,

Faço uso das palavras proferidas no mais recente seminário da ABEI para vos saudar neste site, que se pretende que seja uma ferramenta de comunicação e de grande aproximação da associação aos pais e a todas as entidades com as quais a ABEI se relaciona.

O último seminário da ABEI teve por base dois grandes motes: “Marcar a diferença” e “Antecipar e prevenir” num momento que é um tempo diferente, novo, de mudança social. Por isso quero falar-vos da forma como pretendemos enfrentar as novas dificuldades e desafios.

Esta instituição cresceu. Cresceu em equipamentos e em respostas sociais, diversificando as suas atividades, que vão desde a intervenção social à educação e à saúde: os três pilares de um estado social.

Bem sei que se, atualmente, os serviços da ABEI se destinam a cerca de 800 utentes e garantem cerca de 250 empregos, no prazo de três anos a realidade irá alterar-se se forem ativadas as novas instalações já construídas e os números serão diferentes: cerca de mil utentes e 320 trabalhadores. Esse objetivo só será possível atingir se conseguirmos marcar a diferença, fazendo melhor e diferente na nossa forma de estar e de ser, claramente sustentada por um Estado inteligente e por uma comunidade e cidadania fortes no exercício dos seus deveres e poderes. Decidimos, por este conjunto de razões, antecipar um programa de ação e um orçamento trianual (2012/2014) para que, no incerto tempo que temos pela frente, possamos reafirmar as prioridades humanas e sociais das pessoas. Estamos cientes de que colocando, quer o programa de ação, quer o orçamento da ABEI disponíveis para consulta no nosso site, também fica na vontade e nas mãos de todos, especialmente das famílias dos utentes, dos colaboradores e de outras instituições, a responsabilidade de uma participação cívica de qualidade: só a responsabilidade constrói valor público.

Estou convencido de que o futuro da ABEI começa agora de novo, passados 36 anos após a sua fundação. E começa de novo num tempo de escassez de dinheiro, num tempo que impele à concentração, à inovação e à criatividade, à reflexão em comum e em espaço público, à responsabilização pessoal e social, à inovação social e solidária e aos compromisso concretos. É preciso que a ABEI não facilite, somos uma instituição de vontades, que tem uma missão difícil: fazer uma intervenção social e educativa junto de crianças dos 0 aos 6 anos em articulação com as suas famílias; desenvolver com qualidade o acolhimento temporário de crianças e jovens em perigo; inovar no acolhimento de crianças e jovens em centros de atividades livres; iniciar a lecionação da educação básica em moldes inovadores; iniciar a prestação de cuidados de saúde continuados a pessoas doentes.

Marcar a diferença e antecipar e prevenir foi o mote que encontrámos para sair para a praça pública, para a construção de valor público social e educacional e estamos convencidos de que, se soubermos crer neste caminho, cada vez mais iremos querer este caminho.

É este o tempo, por isso e antes de mais, para regressar e revalorizar os fundamentos da ABEI.

O Presidente da Direção

Manuel Martins

Subscrever RSS Email